Victor Kobayashi assume compromissos do Pacto Escoteiro

Victor Kobayashi com membros da sede dos Escoteiros do Brasil para assinar o pacto Legislativo em pró do escotismo.

Victor Kobayashi com membros da sede dos Escoteiros do Brasil para assinar o pacto Legislativo em pró do escotismo.

Victor Kobayashi assinou formalmente em agosto último Carta Compromisso, de “apoiar politicamente os Escoteiros do Brasil, implementando as propostas apresentadas no Pacto Escoteiro”. Formar um jovem proativo com inspirações, aspirações e determinado a criar um mundo melhor, mais justo e fraterno, com respeito ao próximo e ao meio ambiente é a base do Movimento Escoteiro, preceitos que vêm ao encontro da missão do Instituto Paulo Kobayashi, fundado em 2005 com o objetivo de contribuir para um futuro melhor, com a realização de projetos de inclusão social e de cidadania.

“É com senso de responsabilidade que assumo os compromissos do Pacto Escoteiro, os quais pretendo defender e honrar quando eleito Vereador em São Paulo”, disse Victor Kobayashi, que mantém parcerias na realização de projetos educacionais, esportivos e culturais com os grupos Águia de Haia, Caramuru, Coopercotia, Duque de Caxias, Falcão Peregrino, Hongwanji e Hokkaido, alguns dos mais ativos da cidade de São Paulo.

O Movimento Escoteiro reúne mais de 30 milhões de jovens no Mundo – 70 mil só no Brasil – foi fundado em 1907 pelo ex-general Robert Baden-Powell, que aproveitou técnicas militares que seriam úteis no desenvolvimento dos jovens para criar um movimento educacional. A primeira associação escoteira brasileira, chamada de Centro de Boys Scouts do Brasil, foi estabelecida em 1910 no Rio de Janeiro e em 1924, foi criada a União dos Escoteiros do Brasil, acompanhando o desejo de Baden-Powell de ver a o senso de unidade.

Carta Compromisso, assinada por Victor Kobayashi, firmando apoio aos Escoteiros do Brasil, visando implementar as propostas apresentadas no Pacto Escoteiro

Carta Compromisso, assinada por Victor Kobayashi, firmando apoio aos Escoteiros do Brasil, visando implementar as propostas apresentadas no Pacto Escoteiro

 

Keiji Kato coordenador do Instituto Paulo Kobayashi, George Hirata, presidente do grupo de escoteiros Falcão Peregrino, e Victor Kobayashi

Keiji Kato coordenador do Instituto Paulo Kobayashi, George Hirata, presidente do grupo de escoteiros Falcão Peregrino, e Victor Kobayashi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *